04/07/2017 15h40 - Atualizado em 04/07/2017 15h42

Exposição ‘O véu do real’ na Galeria Homero Massena a partir de 11 de julho

Resultado de uma pesquisa de sete meses, nos campos da arte e da psicanálise, uma série de objetos adquiridos em mercados de pulga, ferros-velhos e feiras de antiguidades compõem a exposição ‘O véu do real’, da artista Re Henri. A mostra abre suas portas na próxima terça-feira (11), a partir das 19 horas, na Galeria Homero Massena, no Centro de Vitória. A entrada é gratuita, e foi contemplada pelo Edital 015/2016 (Exposições na Galeria Homero Massena) da Secult.

Muito se fala do resgate da memória da imagem, mas a exposição “O véu do real”, ao contrário, se propõe a deslocar o olhar do espectador ao que não foi capturado, memorizado ou impresso em forma de imagem. Para a artista “A quantidade espantosa de retratos antigos disponíveis para venda em mercados populares ou descarte nos lixos, nos colocam de frente ao paradigma da imagem, uma vez que as imagens são abandonadas quando a impermanência do objeto fotografado entra em conflito com a permanência da imagem fotografada”, completa Re Henri.

Uma publicação com textos e fotografias será lançada em agosto com todo o resultado do processo de pesquisa. A programação da exposição também prevê encontros com a artista e oficinas. As datas e horários serão divulgados na página da GHM (https://galeriahomeromassena.wordpress.com/).

Serviço:

Exposição ”O véu do real”, de Re Henri

Curadoria: Clara Sampaio

Abertura: 11 de julho às 19h

Visitação: de 12 de julho a 07 de outubro

Galeria Homero Massena

Rua Pedro Palácios, n. 99 – Cidade Alta. Centro de Vitória

Tel: 3132-8395

Entrada gratuita

 

Assessoria de Comunicação

Secretaria de Estado da Cultura

Carol Veiga, Danilo Ferraz e Erika Piskac

3636-7110 / 3636-7111 / 99902-1627

comunicacao@secult.es.gov.br

secultes.imprensa@gmail.com

carol.secult@gmail.com

Acesse: www.secult.es.gov.br

Facebook: SecultES

 

 

 

2015 / Desenvolvido pelo PRODEST utilizando o software livre Orchard