21/06/2022 17h21 - Atualizado em 21/06/2022 17h22

Confira programação do 28º Festival de Cinema de Vitória – Reencontro

Evento gratuito e presencial acontece neste mês de junho com a exibição de mais de 30 filmes, homenagem a Marcélia Cartaxo e estreia do filme Serial Kelly, com Gaby Amarantos.

Desta terça-feira (21) até sábado (25), acontece o 28º Festival de Cinema de Vitória – Reencontro. O evento será realizado no Centro Cultural Sesc Glória, no Hotel Senac Ilha do Boi e no Cine Metrópolis (Ufes), na cidade de Vitória, marcando a volta ao formato presencial de um dos mais tradicionais festivais do cinema brasileiro e um dos mais expressivos eventos culturais do Espírito Santo. E o melhor: toda programação é gratuita.

 Depois de dois anos acontecendo em diversas telas, o Festival retorna com uma edição especial, que apresenta um desdobramento da primeira parte do evento, realizada on-line em novembro de 2021. Na programação, estão os filmes exibidos nas mostras competitivas e premiados com o Troféu Vitória, a pré-estreia de longas-metragens, três sessões especiais com filmes convidados, o lançamento da edição física do Caderno da Homenageada Nacional Marcélia Cartaxo, e do Caderno da Homenageada Capixaba Margarete Taqueti, além de oitos oficinas com foco nas diversas etapas da produção audiovisual. 

 

FILMES PREMIADOS   

 

A programação intensa e diversificada do 28º Festival de Cinema de Vitória – Reencontro contempla um recorte potente da produção contemporânea audiovisual brasileira. Durante os cinco dias de evento, será apresentada uma seleção de filmes, entre curtas e longas-metragens, premiados com o Troféu Vitória e que foram exibidos na edição virtual do 28º FCV. O público vai conferir as produções em programas especiais preparados pela curadoria do festival. 

 

Na programação, os filmes vencedores das 11ª Mostras Competitivas do festival e do Prêmio Especial da ABD. Entre as produções que serão exibidas estão Prata, de Lucas Melo, Troféu Vitória de Melhor Filme (Júri Técnico) da 25ª Mostra Competitiva Nacional de Curtas; Mirador, de Bruno Costa, Troféu Vitória de Melhor Filme (Júri Popular) na 11ª Mostra Competitiva Nacional de Longas; O Peixe, de Natasha Jascalevich, Troféu Vitória de Melhor Filme (Júri Técnico e Popular) na 6ª Mostra Mulheres no Cinema; e Quimera, de Luísa Costa Miranda, Troféu Vitória de Melhor Filme (Júri Popular) na 10ª Mostra Foco Capixaba

 

Comandado pelo jornalista e crítico de cinema Filippo Pitanga, os debates com os realizadores das exibições de curtas-metragens premiados acontecem logo após as sessões, que têm início às 15 horas e acontecem de 21 a 25 de junho, no Centro Cultural Sesc Glória. Já o bate-papo com os diretores dos longas-metragens premiados será no sábado (25), às 10 horas, no Hotel Senac Ilha do Boi. 

PRÉ-ESTREIAS  

 

O 28º FCV – Reencontro também recebe dois filmes inéditos no circuito comercial e que são destaques na nova safra de produções brasileiras. Abrindo a programação do festival está o longa-metragem Os Primeiros Soldados, de Rodrigo de Oliveira, uma produção capixaba da Pique Bandeira Filmes, que conta a história de um grupo de amigos que tenta sobreviver à epidemia de Aids no começo dos anos 1980. O longa, que percorre festivais pelo mundo, foi premiado no 23º Festival do Rio 2021, na capital carioca, na 25ª Mostra de Cinema de Tiradentes, em Minas Gerais, no 52º International Film Festival of India, na Índia, e no 70º International Film Festival Mannheim-Heidelberg, na Alemanha.

 

Quem encerra a programação é Serial Kelly, de René Guerra, diretor cujo trabalho atravessa a história do Festival de Cinema de Vitória. O longa-metragem, que tem sua primeira exibição na cidade de Vitória, acompanha a agenda de shows de uma cantora de forró eletrônico em inferninhos pelo sertão e o rastro de mortes que ela vai deixando pelo caminho. O filme é protagonizado pela cantora Gaby Amarantos e tem produção da Bananeira Filmes

 

FILMES CONVIDADOS 

 

O 28º Festival de Cinema de Vitória – Reencontro vai exibir três longas-metragens convidados, que foram exibidos fora de competição na edição on-line do festival. As Sessões Especiais começam nesta quinta-feira (23), com a exibição do longa-metragem A Matéria Noturna, de Bernard Lessa. Na sexta-feira (24), será exibido o documentário Limiar, de Coraci Ruiz. Fechando as exibições, no sábado (25), Espero que Esta te Encontre e que Estejas Bem, de Natara Ney. Todas as exibições acontecerão às 15 horas, no Centro Cultural Sesc Glória. 

 

FESTIVALZINHO 

O ano de 2022 marca o retorno do Festivalzinho de Cinema de Vitória. A mostra, que precisou ser paralisada em função da pandemia, chega a sua 21ª edição e conta com o patrocínio da ArcelorMittal Tubarão. O projeto tem como foco criar um intercâmbio entre estudantes da rede pública e o universo audiovisual, além de estimular a formação de plateia e desenvolver a sensibilidade do público infantojuvenil para o universo das artes.

As exibições deste ano acontecem nos dias 22, 23 e 24 de junho, sempre às 9 horas e às 14 horas, no Cine Metrópolis, na Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), e atenderão os estudantes das Escolas Municipais de Ensino Fundamental (EMEF) Irmã Dulce, Altair Siqueira Costa, São Diogo e Professor Luiz Baptista, da rede de Ensino Público da Serra. 

Serão seis sessões gratuitas, divididas em duas exibições diárias, para um público de mais de 1.800 crianças e adolescentes. Na programação, seis curtas-metragens que fortalecem a produção audiovisual contemporânea com temática voltada para o público infantojuvenil.  Os filmes que serão exibidos são: A Cápsula do Tempo, de Rodrigo Grota; Umbrella, de Helena Hilário e Mário Pece; Sobre Amizade e Bicicletas, de Julia Vidal; Stone Heart, de Humberto Rodrigues; Antes que Vire Pó, de Danilo Custódio; O Sonho do Zezinho, de Edmundo Lacerda .

Ao longo de duas décadas, o Festivalzinho de Cinema de Vitória já contabiliza mais de 160 sessões, que alcançaram um público de mais de 40 mil crianças, de 57 escolas do Espírito Santo, servindo como importante ferramenta educacional. 

 

HOMENAGENS

 

Outro destaque do 28º FCV – Reencontro são os lançamentos das edições impressas dos Cadernos das Homenageadas durante as coletivas. O lançamento do Caderno da Homenageada Capixaba: Margarete Taqueti acontece nesta quarta-feira (22), às 15 horas. Já o lançamento do Caderno da Homenageada Nacional: Marcélia Cartaxo, será na quinta-feira (23), às 15 horas, no Hotel Senac Ilha do Boi. Também na quinta-feira (23), as homenageadas participarão da cerimônia de homenagem, a partir das 19 horas, no Centro Cultural Sesc Glória.

 

As publicações biográficas jogam luz sobre a obra e a vida destas importantes profissionais que contribuem para a construção da cultura do País e cumprem o papel de eternizar a memória do cinema brasileiro, por meio das trajetórias das artistas.

 

Marcélia Cartaxo 

 

Atriz e diretora, Marcélia Cartaxo é a Homenageada Nacional do 28º Festival de Cinema de Vitória - Reencontro. Nascida em Cajazeiras, no Sertão da Paraíba, Marcélia Cartaxo é um dos grandes nomes da atuação no Brasil. Com mais de 40 anos de carreira, a atriz já interpretou os mais diversos tipos: de freira a prostituta, passando por mãe e avó, ela imprime o sonho, a força, a luta e a realidade da mulher brasileira em suas atuações. Entre os destaques da sua vasta carreira estão a prostituta Laurita, de Madame Satã (2002), de Karim Aïnouz; a sonhadora Pacarrete (2019), do filme homônimo de Allan Deberton; e Macabéa (1985), protagonista do longa-metragem A Hora da Estrela, de Suzana Amaral, que lhe rendeu o Urso de Prata de Melhor Atriz no Festival Internacional de Cinema de Berlim. 

 

Margarete Taqueti 

 

Margarete Taqueti é a Homenageada Capixaba do 28º Festival de Cinema de Vitória. Diretora, roteirista, pesquisadora, produtora, continuísta, atriz, dramaturga, cineclubista, gestora pública de cultura. Muitas foram as funções exercidas por essa mineira natural de Aimorés e radicada em terras capixabas desde a adolescência nos anos de 1960. Com 68 anos completos em 2022, ela construiu uma trajetória diversa e sempre engajada na luta pela preservação e pela difusão da memória artístico-cultural do Espírito Santo. Dedicou-se a filmes de vários realizadores assumindo diferentes funções até sua estreia como diretora, com o documentário A Lira Mateense (1992). Sua primeira ficção foi O Fantasma da Mulher de Algodão (1995), curta-metragem que apresenta a lenda urbana da mulher do banheiro para abordar as transformações da adolescência e o fantasma da ditadura. Seu mais recente trabalho para o cinema é o documentário Memórias do Esquecimento, com a co-direção de com Adriana Jacobsen e trata de acervos e sítios arqueológicos indígenas de São Mateus para discutir o apagamento da memória cultural local e nacional. Também deixou sua marca como cineclubista e gestora pública, além de ter feito parte da primeira diretoria da ABD Capixaba, fundada nos anos 2000. 

 

FORMAÇÃO 

 

A programação também inclui uma série de atividades de formação que reafirmam o compromisso da Galpão Produções e do Instituto Brasil de Cultura e Arte (IBCA) com a formação, a educação e a instrumentalização de profissionais para diversas áreas do setor audiovisual. Todo o processo para as inscrições será on-line, via formulário Google. Para oficializar o processo de inscrição, os inscritos devem entregar, na sede da Galpão Produções/ IBCA, um pacote de fralda geriátrica ou uma lata de leite em pó, que serão doadas para o Asilo de Vitória, localizado no bairro Monte Belo, na capital capixaba. 

 

O corpo de atividades inclui as oficinas Descolonizando o Roteiro, com o cineasta, educador e fundador do CAN - Cineclube Atlântico Negro e CineGEASur, Clementino Junior; Escrita de Curta-Metragem de Horror, com a cineasta e roteirista, Carissa Vieira; Narrativa das Redes – Criação de Conteúdo On-line com Ferramentas de Cinema, com o jornalista, crítico e advogado, Filippo Pitanga; O Personagem como Centro de um Universo no Cinema de Não-ficção, com o cineasta e roteirista Gustavo Vinagre; A Construção do Roteiro a partir da Desconstrução dos Personagens, com a diretora e roteirista Julia Katherine; Produção de Conteúdo para Internet, com Emmy Lobo; Oficina de Realização de Cinema em Vídeo, com Luiz Carlos LacerdaA Vertigem do Subtexto, com Gilda Nomacce

 

INGRESSOS


Os ingressos para assistir as mostras serão liberados uma hora antes de cada sessão, na bilheteria do Centro Cultural Sesc Glória. Se a exibição que você pretende assistir tem início às 15 horas, a partir das 14 horas você já pode retirar a sua entrada. O número de ingressos está sujeito à lotação. Chegue cedo para curtir uma ótima sessão. Esperamos você por lá!

Todas as informações sobre as oficinas e o formulário de inscrições estão disponíveis em festivaldevitoria.com.br

 

O 28º Festival de Cinema de Vitória – Reencontro conta com o patrocínio do Ministério do Turismo e da ArcelorMittal Tubarão, por meio da Lei de Incentivo à Cultura. Conta com o apoio da Rede Gazeta e da Stella Artois, e com o apoio institucional do Canal Like, da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) e da TV Educativa do Espírito Santo. A realização é da Galpão Produções e do Instituto Brasil de Cultura e Arte (IBCA).

Este projeto está sendo realizado com recursos públicos do Governo do Espírito Santo, viabilizados pela Lei de Incentivo à Cultura Capixaba, da Secretaria da Cultura (Secult).

 

28º Festival de Cinema de Vitória – Reencontro

 

21 a 25 de junho de 2022


Centro Cultural Sesc Glória: Teatro Glória, Sala Marien Calixte

 Exibições + Debates de Curtas + Cerimônias de Homenagem


Hotel Senac Ilha do Boi
Debates de Longas + Coletivas de Homenagem + Oficinas 

 

Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes)
Festivalzinho de Cinema de Vitória 

 

Centro de Referência das Juventudes (CRJ) Feu Rosa
Oficina de Realização em Cinema e Vídeo 


Dia 20 de junho - Segunda-feira

 

14h - Oficina de Realização em Cinema e Vídeo - Luiz Carlos Lacerda - CRJ Feu Rosa 



Dia 21 de junho - Terça-feira

 

9h -  Oficina de Realização em Cinema e Vídeo - Luiz Carlos Lacerda - CRJ Feu Rosa

9h - Oficina Descolonizando o Roteiro - Clementino Junior - Hotel Senac Ilha do Boi

9h - Oficina O Personagem como Centro de um Universo no Cinema de Não-Ficção - Gustavo Vinagre - Hotel Senac Ilha do Boi

9h - Oficina A Internet como Caminho - Emy Lobo

13h30 - Oficina Escrita de Curta-metragem de Horror - Carissa Vieira -  Hotel Senac Ilha do Boi

13h30 - Oficina A Vertigem do Subtexto - Gilda Nomacce -  Hotel Senac Ilha do Boi

13h30 - Oficina A Construção do Roteiro a partir da Desconstrução das Personagens - Julia Katharine 

15h -  Oficina de Realização em Cinema e Vídeo - Luiz Carlos Lacerda - CRJ Feu Rosa



15h - Mostra de Curtas Premiados + Debate – Programa 1 

Sala Marien Calixte - Centro Cultural Sesc Glória
Classificação Indicativa: 18 anos

- Praia dos Tempos (Luan Santos, FIC, BA, 11’)

- Nostalgia (Raphael Araújo, ANI, ES, 1’)

- Portugal Pequeno (Victor Quintanilha, FIC, RJ, 20’)

- Quimera (Luísa Costa Miranda, FIC, ES, 13’)



19h – Cerimônia de Abertura

19h30 - Sessão Especial de Abertura

- Os Primeiros Soldados (Rodrigo de Oliveira, FIC, ES, 107’)
Classificação Indicativa: 16 anos



Dia 22 de junho - Quarta-feira

 

9h -  Oficina de Realização em Cinema e Vídeo - Luiz Carlos Lacerda - CRJ Feu Rosa

9h - Oficina Descolonizando o Roteiro - Clementino Junior - Hotel Senac Ilha do Boi

9h - Oficina O Personagem como Centro de um Universo no Cinema de Não-Ficção - Gustavo Vinagre - Hotel Senac Ilha do Boi

9h - Oficina A Internet como Caminho - Emy Lobo

9h - Oficina Narrativa das Redes - Criação de Conteúdo On-line com Ferramentas de Cinema - Filippo Pitanga


9h
- 21º Festivalzinho de Cinema de Vitória 

Cine Metrópolis - Universidade Federal do Espírito Santo (UFES)

Classificação Indicativa: Livre  

- A Cápsula do Tempo (Rodrigo Grota, FIC, Cor, 13’, PR)

- Umbrella (Helena Hilário e Mário Pece, ANI, Cor, 8’, BR)

- Sobre Amizade e Bicicletas (Julia Vidal, FIC, Cor, 12’, PR)

- Stone Heart (Humberto Rodrigues, ANI, Cor, 9’, AM) 

- Antes que Vire Pó (Danilo Custódio, FIC, Cor, 12', PR) 

- O Sonho do Zezinho (Edmundo Lacerda, FIC, COR, 20',BA) 


13h30 -
Oficina Escrita de Curta-metragem de Horror - Carissa Vieira -  Hotel Senac Ilha do Boi

13h30 - Oficina A Vertigem do Subtexto - Gilda Nomacce -  Hotel Senac Ilha do Boi

13h30 - Oficina A Construção do Roteiro a partir da Desconstrução das Personagens - Julia Katharine 

15h -  Oficina de Realização em Cinema e Vídeo - Luiz Carlos Lacerda - CRJ Feu Rosa



14h - 21º Festivalzinho de Cinema de Vitória 

Cine Metrópolis - Universidade Federal do Espírito Santo (UFES)

Classificação Indicativa: Livre  



15h - Mostra de Curtas Premiados + Debate – Programa 2 

Sala Marien Calixte – Centro Cultural Sesc Glória
Classificação Indicativa: 14 anos

- Cinco Fitas (Heraldo de Deus e Vilma Martins, FIC, BA, 15’)

- Meus Santos Saúdam teus Santos (Rodrigo Antônio, DOC, PA, 14’)

- Faz Vinte Anos (Tati Franklin, EXP, ES, 6’)

- Prata (Lucas Melo, EXP, RJ, 21’)

- O Barco e o Rio (Bernardo Ale Abinader, FIC, AM, 17’)

- O Peixe (Natasha Jascalevich, EXP, RJ, 11’)



15h – Coletiva da Homenageada Capixaba Margarete Taqueti – Hotel Senac Ilha do Boi



19h30 - Mostra de Longas Premiados – Programa 2 – Teatro Glória – Centro Cultural

Sesc Glória
Classificação Indicativa: 14 anos

- Mirador (Bruno Costa, FIC, PR, 95’)

- Mulher Oceano (Djin Sganzerla, FIC, SP, 99’)



Dia 23 de junho - Quinta-feira

 

9h -  Oficina de Realização em Cinema e Vídeo - Luiz Carlos Lacerda - CRJ Feu Rosa

9h - Oficina Descolonizando o Roteiro - Clementino Junior - Hotel Senac Ilha do Boi

9h - Oficina O Personagem como Centro de um Universo no Cinema de Não-Ficção - Gustavo Vinagre - Hotel Senac Ilha do Boi

9h - Oficina A Internet como Caminho - Emy Lobo

9h - Oficina Narrativa das Redes - Criação de Conteúdo On-line com Ferramentas de Cinema - Filippo Pitanga 



9h - 21º Festivalzinho de Cinema de Vitória 

Cine Metrópolis - Universidade Federal do Espírito Santo (UFES)

Classificação Indicativa: Livre  



13h30 - Oficina Escrita de Curta-metragem de Horror - Carissa Vieira -  Hotel Senac Ilha do Boi

13h30 - Oficina A Vertigem do Subtexto - Gilda Nomacce -  Hotel Senac Ilha do Boi

13h30 - Oficina A Construção do Roteiro a partir da Desconstrução das Personagens - Julia Katharine



14h - 21º Festivalzinho de Cinema de Vitória 

Cine Metrópolis - Universidade Federal do Espírito Santo (UFES)

Classificação Indicativa: Livre  

 

15h -  Oficina de Realização em Cinema e Vídeo - Luiz Carlos Lacerda - CRJ Feu Rosa



15h – Sessão Especial - Teatro Glória - Centro Cultural Sesc Glória

A Matéria Noturna (Bernard Lessa, DOC, ES, 89′)
Classificação Indicativa: 12 Anos


15h - Mostra de Curtas Premiados + Debate – Programa 3 

Sala Marien Calixte - Centro Cultural Sesc Glória
Classificação Indicativa: 12 anos

- Lockdown de Roberto Mamfrim. Artista: Carga Pezada - 5’

- Há uma Profeta nas Olaias, Tenham Cuidado! (Lucas Camargo de Barros, DOC, SP, 8’)

- Presente Maravilha (Jeã Santos, EXP, RJ, 3’)

- Tapajós Ameaçado (Thomaz Pedro, DOC, SP, 25’)



15h – Coletiva da Homenageada Nacional Marcélia Cartaxo – Hotel Senac Ilha do Boi

19h - Cerimônia de Homenagem à Margarete Taqueti e Marcélia Cartaxo – Teatro Glória

– Centro Cultural Sesc Glória



19h30 - Mostra de Longas Premiados – Programa 3
Classificação Indicativa: 16 anos

Teatro Glória – Centro Cultural Sesc Glória

- Máquina do Desejo (Joaquim Castro e Lucas Weglinski, DOC, SP, 110’)



Dia 24 de junho - Sexta-feira

 

9h -  Oficina de Realização em Cinema e Vídeo - Luiz Carlos Lacerda - CRJ Feu Rosa

9h - Oficina Descolonizando o Roteiro - Clementino Junior - Hotel Senac Ilha do Boi

9h - Oficina O Personagem como Centro de um Universo no Cinema de Não-Ficção - Gustavo Vinagre - Hotel Senac Ilha do Boi

9h - Oficina A Internet como Caminho - Emy Lobo

9h - Oficina Narrativa das Redes - Criação de Conteúdo On-line com Ferramentas de Cinema - Filippo Pitanga 



9h e 14h - 21º Festivalzinho de Cinema de Vitória 

Cine Metrópolis - Universidade Federal do Espírito Santo (UFES)

Classificação Indicativa: Livre  



15h -  Oficina de Realização em Cinema e Vídeo - Luiz Carlos Lacerda - CRJ Feu Rosa



15h – Sessão Especial - Teatro Glória - Centro Cultural Sesc Glória

- Limiar (Coraci Ruiz, DOC, SP, 77’)
Classificação Indicativa: 12 Anos 



15h - Mostra de Curtas Premiados + Debate – Programa 4 

Sala Marien Calixte  - Centro Cultural Sesc Glória
Classificação Indicativa: 16 anos

- 25 Anos sem Asfalto (Fabi Andrade, FIC, SP, 15’)

- Bruta de Raymundo Calumby. Artista: Sandyalê - 6’

- O Fio de Ariadne (Mozart Freire e Ton Martins, FIC, CE, 16’)

- Time de Dois (André Santos, FIC, RN, 11’)

- Utopia (Rayane Penha, DOC, AP, 15’)



19h - Mostra de Longas Premiados – Teatro Glória – Centro Cultural Sesc Glória
Classificação Indicativa: 12 anos

- Última Cidade (Victor Furtado, FIC, CE, 70’)

- Noites de Alface (Zeca Ferreira, FIC, RJ, 79’)



Dia 25 de junho – Sábado

9h -  Oficina de Realização em Cinema e Vídeo - Luiz Carlos Lacerda - CRJ Feu Rosa



10h – Debate com Realizadores da Mostra de Longas Premiados – Hotel Senac Ilha do

Boi


15h – Sessão Especial - Teatro Glória - Centro Cultural Sesc Glória

Espero que esta te encontre e que estejas bem (Natara Ney, DOC, RJ/PE, 2020)
Classificação Indicativa: 12 Anos 


15h - Mostra de Curtas Premiados + Debate – Programa 5 

Sala Marien Calixte – Centro Cultural Sesc Glória
Classificação Indicativa: 16 anos

- Jamary (Begê Muniz, FIC, AM, 15’)

- Magnético (Cassemiro Vitorino e Ilka Goldschmidt, SC, DOC, 25’)

- Os Últimos Românticos do Mundo (Henrique Arruda, FIC, PE, 23’)

- Usina – Desejo contra a indústria do medo (Amanda Seraphico, Clarissa Ribeiro e Lorran Dias (Anarca Filmes), FIC, RJ, 16’)



19h – Sessão Especial de Encerramento 

Teatro Glória – Centro Cultural Sesc Glória

- Serial Kelly (René Guerra, RJ, FIC, 85’)
Classificação Indicativa: 16 anos



Informações à Imprensa:

Assessoria de Comunicação da Secult

Aline Dias / Danilo Ferraz / Erika Piskac/ Juliana Nobre

(27) 3636-7111/99753-7583/99902-1627

secultjornalismo@gmail.com/ 

comunicacao@secult.es.gov.br/ brasao@secult.es.gov.br 

https://www.facebook.com/SecultES/

https://www.instagram.com/secult.es/

 

2015 / Desenvolvido pelo PRODEST utilizando o software livre Orchard