11/02/2019 16h05 - Atualizado em 19/06/2019 11h04

Confira o calendário de apresentações da Orquestra Sinfônica do ES

O calendário das próximas apresentações da Orquestra Sinfônica do Espírito Santo conta com uma programação diversa e temática, além de obras atemporais dos grandes compositores da história da música clássica. Com ingressos a preços populares, R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia), eles podem ser adquiridos na bilheteria do Centro Cultural Sesc Glória de terça à domingo, das 11h às 20h. Programe-se!

JUNHO 

“Perfeição Clássica – A Primeira Escola de Viena”

26 e 27 de junho | 20h | Teatro Glória

Um repertório com obras de compositores do classicismo nascidos em Viena, na Áustria. A primeira escola de Viena foi criada para classificar a produção musical dos três importantes mestres: Beethoven, Mozart e Haydn.

Doze Contradanças, de Beethoven

Concerto para piano e orq. n.º 21, K-467, de Mozart

Sinfonia nº 104 “Londres”, de Haydn

Solista: Elenísio Rodrigues, piano 

Regente: Marcelo de Jesus

JULHO

“Série Concertos Sinfônicos”

25 de julho |20 horas | Centro Cultural Sesc Glória

“Smetana - Ma Vlast”

No dia 25 de Julho,  a Orquestra Sinfônica do Espírito Santo vai apresentar “Ma Vlast”, obra-prima do  compositor  e regente Bedrich Smetana, considerado pai da musica nacional tcheca. “Ma Vlat” é um ciclo de seis peças que retratam as belezas naturais, históricas e culturais da região da Boêmia, terra natal de Smetana. A obra se baseia em uma antiga canção folclórica tcheca. Sua segunda peça, Vitava, retrata o fluxo do rio Moldavia, o mais longo da República Tcheca, desde sua nascente até seu desaguar no rio Elba.  Nesse dia, a OSES será regida pelo Maestro Cláudio Cruz. Ele atuou como Regente Convidado em diversas orquestras, entre elas a Orquestra Sinfônica Brasileira, Sinfônica do Teatro Municipal de São Paulo, Sinfônica de Porto Alegre, Sinfônica de Brasília, Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo (Osesp), Orquestra de Câmara de Osaka, Orquestra de Câmara de Toulouse, Orquestra Sinfônica de Avignon entre outras Atualmente ele é Maestro e Diretor Musical da Orquestra Jovem do Estado de São Paulo, além de  primeiro violino do Quarteto Carlos Gomes.

  Obra:

“Má Vlast”, Smetana

Peças:

Vyserhad

Vltava (O Moldavia)

Šárka

Z českých lůhu a hájů (Das florestas e bosques da Boêmia)

Tábor

Blaník

Regente: Claudio Cruz

 

2015 / Desenvolvido pelo PRODEST utilizando o software livre Orchard