19/06/2019 16h33

Obras de Mozart, Beethoven e Haydn nas próximas apresentações da Oses

 ‘Perfeição Clássica – A Primeira Escola de Viena’ é o tema dos concertos.


Foi em um ambiente musical vivo, rico e pulsante que surgiu, no século XVIII, a Primeira Escola de Viena, um grupo criado para classificar a produção musical de três importantes mestres do classicismo: Joseph Haydn, Wolfgang Amadeus Mozart e Ludwig van Beethoven. Nomes que carregam uma importância crucial, estética e histórica na música clássica.  

E para celebrar estes importantes nomes, a Orquestra Sinfônica do Espírito Santo (Oses) vai apresentar nos dias 26 e 27/06, (quarta e quinta-feira), o concerto “Perfeição Clássica – A Primeira Escola de Viena”, sob a regência do maestro convidado, Marcelo de Jesus e solo do pianista Elenísio Rodrigues. As apresentações acontecerão no Teatro Glória, em Vitória, às 20 horas. 

Os ingressos custam R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia) e podem ser adquiridos com antecedência na bilheteria do Centro Cultural Sesc Glória. Informações pelo telefone: (27) 3232-4750.

Abrindo o concerto, a Oses vai executar pela primeira vez, as Doze Contradanças de Beethoven. Na sequência será apresentado o Concerto para Piano e Orquestra n.º 21, de Mozart, famoso pela melodia do segundo movimento. E para concluir o programa, a brilhante Sinfonia n.º 104, de Haydn.

Solista da noite

  O pianista capixaba Elenísio Rodrigues (foto ao lado) iniciou seus estudos musicais em São Mateus (ES), sob a orientação da professora Soayan Gomes no Centro Livre de Artes Integradas. Mais tarde, transferiu-se mais tarde para Vitória, onde concluiu sua formação na Faculdade de Música do Espírito Santo (Fames), no curso de Bacharel em Música-piano. Na mesma instituição, trabalha como professor pianista acompanhador, e está sob orientação musical da professora e pianista Linda Bustani.

Em 1995 obteve o 1º lugar no Concurso de Piano do Norte do Espírito Santo; em 2005 classificou-se em 1º lugar e melhor intérprete de música brasileira no 1° Concurso Sônia Cabral de Música Erudita; finalista da 2ª edição do Concurso Furnas Geração Musical e como prêmio foi convidado a realizar um recital no Teatro Nacional de Brasília, na Sala Martins Penna. Alcançou o 1º lugar no Concurso Interno Áurea Adnet, da Fames. Em 2007, alcançou o 3º lugar no Concurso Nacional de piano Villa-Lobos, realizado em Vitória, assim como o prêmio de melhor Intérprete capixaba. Em 2011 conquistou o 2º lugar no Concurso Nacional de Piano de Música Brasileira Maestro Spartaco Rossi, em Tatuí - SP. 

Maestro Convidado

O maestro convidado para as apresentações será Marcelo de Jesus. Graduado em piano, composição e regência pela Unesp, é um dos mais atuantes regentes brasileiros. Estudou regência com Juan Serrano, Lutero Rodrigues, Ronaldo Bologna e Karl Martin; composição com H.J. Kollreuter e Edmundo Villani-Côrtes; piano com Pietro Maranca, Homero Magalhães e na Itália com Carmella Pistillo (Academia Santa Cecília - Roma).

Após anos de atuação no Theatro Municipal de São Paulo e Theatro Municipal do Rio de Janeiro como pianista e maestro assistente de alguns dos mais renomados maestros do Brasil, assumiu a convite do maestro Luiz Fernando Malheiro o posto de regente titular da Orquestra de Câmara do Amazonas, maestro adjunto da Amazonas Filarmônica e diretor artístico adjunto do Festival Amazonas de Ópera.

Desta parceria em mais de 15 anos, integram-se ao seu repertório inúmeras récitas de óperas e concertos e seus mais diversos compositores, com vários destaques para estreias de novas e antigas obras, como "Poranduba" (E.Villani-Côrtes) e "Yerma" (H.Villa-Lobos).

São notórias suas realizações da integral das Sinfonias de L.V. Beethoven, bem como as integrais dos Choros e Bachianas de H. Villa-Lobos e a primeira execução brasileira da Sinfonia de L. Berio. Merecem destaque suas atuações na Ópera da Colômbia, e à frente da Amazonas Filarmônica, Orquestra Experimental de Repertório, Orquestra Sinfônica de Sergipe, Orquestra Sinfônica do Estado do Espírito Santo, Sinfônica de Rosário, Milano Classica, Orquestra Sinfônica do Theatro da Paz, Orquestra Filarmônica de Goiás e Orquestra Sinfônica Brasileira, como maestro convidado.

Atual Diretor dos Corpos Artísticos do Amazonas, Marcelo tem dividido sua atuação dentro e fora dos palcos com os diversos grupos da Secretaria de Estado de Cultura do Amazonas. Em 2016, no "Rock in Rio" regeu o concerto "Amazonia Live" com a participação de Placido Domingo e Ivete Sangalo. Em 2017 abriu a Temporada Lírica do Theatro Municipal do Rio de Janeiro com a ópera "Jenufa", de Leos Janacek.

Serviço:

 “Perfeição Clássica – A Primeira Escola de Viena”

26 e 27 de junho | 20h | Teatro Glória

Um repertório com obras de compositores do classicismo nascidos em Viena, na Áustria. A primeira escola de Viena foi criada para classificar a produção musical dos três importantes mestres: Beethoven, Mozart e Haydn.

 

Solista: Elenísio Rodrigues, piano

Regente: Marcelo de Jesus

Ingressos: R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia). A venda na bilheteria do Centro Cultural Sesc Glória

 

Repertório:

_Doze Contradanças, de Beethoven

_Concerto para piano e orq. n.º 21, K-467, de Mozart

_Sinfonia nº 104 “Londres”, de Haydn


Informações à imprensa:
Assessoria de Comunicação da Secult
Aline Dias/ Danilo Ferraz/ Erika Piskac
(27) 3636-7111/99808-7701/99902-1627
secultjornalismo@gmail.com
comunicacao@secult.es.gov.br
Facebook: secult.espiritosanto
Instagram: secult.es
Twitter: secultes

2015 / Desenvolvido pelo PRODEST utilizando o software livre Orchard